São Paulo, 06 de Agosto de 2020
02 06

Hidrocefefalia e mielomeningocele

Por Dra Raquel Zorzi, às 20:26 - 02 de Junho de 2020 Indicar Natus TecnologiaImprimir Natus Tecnologia
Mielomeningocele marketing

Cerca de 90% dos recém-nascidos com espinha bífida têm ventrículos cerebrais aumentados, indicando algum grau de hidrocefalia. Esta hidrocefalia é causada principalmente pela malformação de Chiari II e pode estar presente ao nascimento ou se desenvolver em geral nos primeiros dias a meses de vida. 

O risco de desenvolver hidrocefalia é menor entre os bebês com lesões sacrais (mais baixas), em comparação com aqueles com maior nível de envolvimento da medula espinhal. A hidrocefalia geralmente leva a várias hospitalizações por revisões de derivação e pelas complicações deste procedimento, e é a principal causa de mortalidade.

A correção intraútero da mielomeningocele (cirurgia fetal) reduz de 85% para cerca de 40% a necessidade de tratamento da hidrocefalia nestas crianças com colocação de válvula. Sendo assim, sempre deve ser considerada como opção de tratamento para estas crianças.

 

Se quiser saber mais sobre a mielomeningocele clique aqui, ou se quiser mais informações sobre a cirurgia fetal (intrauterina a céu aberto) para tratamento da mielomeningocele clique aqui

Quer saber mais ou agendar uma consulta? Acesse meu site draraquelzorzi.com.br

Comentários

Conheça a dra. Raquel

O conteúdo deste site é de caráter informativo e produzido e editado pela Dra Raquel Zorzi CRM 142761 - Zorzi Servicos Neurocirurgicos Eireli - Epp. Não nos responsabilizamos por decisões médicas ou de familiares baseadas no conteúdo deste site, em caso de dúvida consulte seu médico. © 2020 Todos os direitos reservados. Proibido a reprodução total ou parcial Natus Tecnologia